1651

Prefeitura Municipal de Heliópolis

Pular para o conteúdo
Prefeitura Municipal de
Heliópolis


Programas, Projetos, Ações e Obras


Nesta seção o cidadão encontra à implementação, acompanhamento e resultados dos programas, projetos, ações e obras dos órgãos e entidades públicas, bem como metas e indicadores propostos

Utilize o(s) campo(s) abaixo para pesquisar

Foram encontrados 19 resultados para a pesquisa.

Programa Tempo de Aprender

Número: 2

Responsável: Secretaria De Educação

Metas: - Aperfeiçoar e valorizar a formação de professores e gestores escolares do último ano da pré-escola e do 1º e 2º anos do ensino fundamental; - Contemplar a meta 5 do PNE, alfabetizar todas as crianças, no máximo, até o final do 3º (terceiro) ano do ensino fundamental. - Motivar os professores e voluntários a se qualificarem através dos cursos ofertados no AVAMEC. - Ofertar materiais e recursos para estudantes e professores; - Elevar a qualidade do ensino e da aprendizagem no âmbito da alfabetização. - Assegurar o direito à alfabetização, a fim de promover a cidadania; - Aprimorar o acompanhamento da aprendizagem dos estudantes, por meio de atenção individualizada; - Valorizar os professores e gestores da alfabetização. - Viabilizar atendimento diferenciado às unidades escolares vulneráveis;

Indicadores: O Programa Tempo de Aprender busca contemplar os fatores fundamentais para alcançar a efetiva aprendizagem da leitura e da escrita. Destinado às crianças da pré-escola e do 1º e 2º anos do ensino fundamental.

Resultados: A Secretaria Municipal de Educação, está implementando o programa e fazendo a seleção dos voluntários de alfabetização.

Programa Brasil na Escola

Número: 3

Responsável: Secretaria De Educação

Metas: - Elevar a frequência escolar nos anos finais do ensino fundamental; - Diminuir os índices de evasão e abandono escolar nos anos finais do ensino fundamental; - Diminuir os índices de reprovação nos anos finais do ensino fundamental; - Diminuir a distorção idade-série nos anos finais do ensino fundamental; - Elevar a aprendizagem e, consequentemente, o desempenho nas avaliações nacionais; - Contribuir para a execuções das Metas 2 e 7 do PNE.

Indicadores: Apoio técnico e financeiro nas escolas que atende com maior ênfase as populações com maior vulnerabilidade social e as escolas que apresentam índices de fluxo escolar e aprendizagens mais baixa.

Resultados: O Programa está estruturado em três eixos: apoio técnico e financeiro às escolas, valorização de boas práticas e inovação. Está previsto, também, realização de formações, seminários, fóruns e estudos sobre o Ensino Fundamental, além de seleção de escolas para o fomento de projetos inovadores.

PROGRAMA PRIMEIRA INFÂNCIA NO SUAS

Número: 4

Responsável: Secretaria Municipal de Assistência Social

Descrição: A visita domiciliar, que tem a finalidade de apoiar e acompanhar o desenvolvimento integral de crianças na primeira Infância e apoiar as gestantes e a família na preparação para o nascimento e nos cuidados perinatais. Parceria intersetorial CRAS/SEC.SAÚDE. Inclusão das famílias nas ações: Páscoa, Dia das Mães, 18 de maio, Conferência Municipal de Assistência Social e dia das Crianças da Secretaria Municipal de Assistência Social.

Metas:

Indicadores: 100 famílias atendidas.

Resultados: Promover o desenvolvimento integral das crianças na primeira Infância, considerando sua família e seu contexto de vida. O fortalecimento de vínculos Familiares.

PROGRAMA AUXÍLIO BRASIL

Número: 1

Responsável: Secretaria Municipal de Assistência Social

Descrição: - Inclusão cadastral (criação de cadastros para inserção das famílias aos programas sociais); - Atualização cadastral (a cada 2 anos todos os cadastros inclusos no sistema devem ser atualizados para que as famílias permaneçam recebendo os benefícios sociais); - Consulta de benefícios (serviço ofertado para atendimento ao público diariamente, verificação da data que o cadastro precisa ser atualizado entre outras informações); - Visitas domiciliares.

Metas: - Facilitar às famílias o acesso aos seus direitos socioassistenciais. - Garantir a permanência das famílias em situação de vulnerabilidade social a programas de transferência de renda, dentre outros benefícios. - Facilitar o entendimento e significado das normas do programa. - Proporcionar às famílias a continuidade no programa. - Conhecer de perto a realidade social vivida por cada família acompanhada em sua respectiva comunidade.

Indicadores: - 3.721 famílias inseridas no Cadastro Único, até abril de 2022; - 2.709 famílias com o cadastro atualizado nos últimos 2 anos, até abril de 2022; - 105 atendimentos mensais; (podendo variar p/mais ou p/ menos). - 196 visitas domiciliares entre janeiro de 2021 e abril de 2022.

Resultados:

CENTRO DE REFERÊNCIA DA ASSISTÊNCIA SOCIAL - CRAS

Número: 3

Responsável: Secretaria Municipal de Assistência Social

Descrição: • Acolhida para recepção, escuta, atendimento psicossocial, referência e serviços continuados de acompanhamento social às famílias ou seus representantes; • Encaminhamento para inclusão e atualização no Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal; • Visitas domiciliares e entrevista social para acompanhamento de famílias que estejam em situações de risco e/ou quase-risco social; • Inclusão e acompanhamento de crianças, adolescentes e idosos através do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV); • Orientações para acesso ao Benefício de Prestação Continuada (BPC); • Apoio e acompanhamento social às famílias inseridas no Programa Primeira Infância no SUAS. • Emissão de Carteira do Idoso; • Apoio e orientações a indivíduos para acesso ao Passe Livre; • Encaminhamento de famílias e indivíduos em situação de extrema vulnerabilidade para acesso aos benefícios eventuais nas modalidades cesta básica, auxílio natalidade e funeral. • Encaminhamentos para o acesso a gratuidade de taxas cartoriais em documentação civil.

Indicadores: Referenciamento de 1.549 famílias desde a implantação da unidade até dezembro de 2021, sendo realizados 2.221 atendimentos entre os anos de 2021 a maio 2022; Realizados 82 encaminhamentos de indivíduos e/ou famílias para inclusão e atualização cadastral; 1.232 visitas domiciliares realizadas entre janeiro de 2021 a abril de 2022; 38 novos usuários encaminhados para inclusão no SCFV entre janeiro de 2021 a maio de 2022. 33 indivíduos orientados/encaminhados para acesso ao benefício de prestação continuada; Acompanhamento a 14 famílias participantes do programa Primeira Infância no SUAS; 23 carteiras emitidas entre janeiro de 2020 a maio de 2022; 14 pessoas com deficiência encaminhados para acesso ao Passe Livre intermunicipal ou interestadual entre janeiro de 2021 a maio de 2022; 162 famílias encaminhadas para recebimento entre janeiro de 2021 a maio de 2022; 163 encaminhamentos realizados para acesso a documentação civil

Resultados: Proporcionou o apoio psicossocial às famílias e indivíduos na garantia dos seus direitos de cidadania, com ênfase no direito à benefícios sociais, convivência familiar e comunitária; Acesso desses indivíduos e/ou famílias em situação de vulnerabilidade social a programas de transferência de renda, dentre outros direitos sociais; Conhecimento da realidade social vivenciada por essas famílias em seu território, bem como facilitar o acesso destas aos seus direitos socioassistenciais; Proporcionar às famílias acompanhadas pelo PAIF o acesso a programas de fortalecimento da convivência familiar e comunitária; Contribuição para a disseminação de apoiar os indivíduos que encontram barreiras para acesso ao benefício, seja por falta de informações, bem como por dificuldade de acesso à serviços de saúde, internet, meios de transporte. Proporcionar o apoio psicossocial às famílias participantes do programa, bem como o acesso destas aos seus direitos sociais; Contribuiu para o acesso desses idosos à gratuidade no transporte público; Contribuiu para o acesso de pessoas com deficiência à gratuidade no transporte público; A ação é uma medida de proteção social de natureza temporária. Têm o intuito de prevenir e promover o enfrentamento de situações provisórias que possam fragilizar o indivíduo e sua família, evitando o agravamento de situações de vulnerabilidade; O acesso desses indivíduos a direitos de cidadania;